Logon
Pacientes e Visitantes

Centro do Rim Diabetes

Leia mais e tenha informações seguras sobre saúde

​​​Com uma equipe formada por nefrologistas, enfermeiros, nutricionistas, psicólogos e fisioterapeutas, entre outros, o Centro de Rim e Diabetes tem o objetivo de oferecer diagnóstico precoce, tratamento rápido e atendimento multidisciplinar. Em em um único local é possível realizar consultas, exames e procedimentos ambulatoriais para o tratamento de diabetes, nefrite, insuficiência renal e ​doença renal crônica,  entre outras. ​

Em parceria com a Fresenius, o centro proporciona serviços de hemodiálise, assim como suporte pré e pós-transplante renal. 

A terapia de diálise substitui a função dos rins doentes, filtrando o sangue do paciente e eliminando toxinas e o excesso de líquidos do organismo. As sessões devem ser de 12 horas por semana que podem ser divididas conforme a necessidade clínica do paciente.
Essa flexibilidade de horários diminui o impacto da terapia na vida profissional e pessoal dos pacientes. 

Localizada no Centro de Medicina Especializada, a clínica de Hemodiálise Fresenius é equipada com 20 máquinas de última geração, com capacidade de realizar mais de 1.000 sessões de diálises por mês. As sessões podem ser agendadas de segunda a sábado. 

Hemodiálise Noturna

Para os pacientes que não querem deixar de lado as atividades cotidianas, o H9J oferece a Hemodiálise Noturna. Além de oferecer mais conforto, o paciente tem a oportunidade de fazer o tratamento enquanto dorme.  

Transplante renal 

Há dois tipos de transplantes, com doadores vivos e doadores falecidos. ​Por meio de uma cirurgia complexa, o rim saudável é implantado no paciente e passa a exercer as funções de filtração e eliminação de toxinas. No caso de doadores falecidos, os rins são retirados após o diagnóstico estabelecido de morte encefálica e com a permissão de familiares. 

Para receber um rim de doador falecido é preciso estar inscrito na lista estadual de receptores de rim. No caso de doadores vivos, familiares ou não parentes podem ser doadores. Para os não relacionados, é necessária autorização judicial. 

São feitos exames no doador para se ter a certeza de que o rim a ser doado seja saudável, minimizando os riscos. O transplante constuma ser realizado por cirurgia aberta (convencional). Há situações, no entanto, em que a cirurgia do doador pode ser realizada com via laparoscópica. 

​​​​​​Equipe

Médica Responsável:
Dra. Maria Alice Barcelos - Nefrologista

​​​Maria Julia Araujo - Nefrologista

Fábio Carvalho Vicentini - Urologista

Susan Chow Lindsey - Endocrinologista

​Anibal Mutti - ​Oftalmologista

Luiz Henrique Dias Gonçalves de Sousa ​- Cirurgião Vascular
​​
​​Agendamento​​   ​​Convênios e Planos​




Nosso site usa cookies para melhorar a navegação. Conheça o nosso Portal de Privacidade .