Pólipos são como verrugas que aparecem por causa de um crescimento anormal das células de mucosas em algumas regiões do corpo. Neste texto, vamos falar um pouco sobre os pólipos intestinais, já que cerca de 40% das pessoas acima de 50 anos apresentam esse tipo de lesão, segundo Dr. Artur Parada, coordenador do Serviço de Endoscopia Gastrointestinal do H9J. Vem com a gente entender melhor o que isso significa!


A maior preocupação com esse tipo de lesão é que ela chega de mansinho, sem avisar ninguém e pode evoluir, silenciosamente, para um câncer colorretal (o terceiro tipo mais frequente de câncer em homens e o segundo entre as mulheres).

Por ser um tumor assintomático na fase inicial, costuma ser diagnosticado em check-ups. Por isso, a partir dos 50 anos, todas as pessoas devem fazer uma colonoscopia por ano, exame de imagem que rastreia possíveis doenças no intestino, inclusive os pólipos e o câncer.

A escolha da faixa etária tem uma razão de ser: o grupo mais afetado são os idosos ou pessoas que já tiveram pólipos, câncer e doenças inflamatórias de longa duração. Fumo, obesidade e sedentarismo também são fatores de risco. Se você se reconhece nesse perfil, mantenha a calma! O Dr. Parada explica que, atualmente, cerca de 95% dos pólipos são removidos completamente durante a colonoscopia. Em casos de pólipos múltiplos, grandes, de difícil acesso ou que se tornaram tumores, é indicada a retirada cirúrgica.

Conforme informamos no começo do texto, a melhor forma de prevenir o câncer intestinal é a avaliação periódica, assim como hábitos saudáveis e  uma alimentação balanceada.


Centros_0004_Gastroenterologista.png




LEIA MAIS:

O que é Colonoscopia? 

O que é Obesidade?

Câncer Colorretal o que é e como evitá-lo?