Logon
Blog

Como amenizar os efeitos da ressaca?

Leia mais e tenha informações seguras sobre saúde.

​A ressaca é uma velha conhecida dos carnavais e também dos dias seguintes às festas em que, sem querer, exageramos um pouco na ingestão de bebidas alcoólicas. Mas você sabe por que ela acontece?

Resultado da intoxicação aguda do organismo causada pela ingestão excessiva de álcool, os primeiros sintomas da ressaca costumam aparecer aproximadamente de seis a oito horas após o primeiro copo e podem durar até 24 horas a depender de sua gravidade.

Durante a festa
Nosso fígado tem a capacidade de metabolizar 10 gramas por hora. Isso equivale a aproximadamente uma latinha de 360 ml de cerveja ou a uma dose de 40 ml de destilados.

Quando bebemos uma quantidade maior do que isso, o organismo libera vasopressina, um hormônio secretado em casos de desidratação, aumentando a pressão arterial. A citocina, uma célula de defesa, entra em ação, interferindo na memória e humor.

Além disso, o sangue se torna mais ácido, irritando principalmente o intestino. Os rins também ficam sobrecarregados e sua capacidade de filtragem fica comprometida.

O dia seguinte
Como resultado, os vasos dilatados pela ação da vasopressina causam aquela típica dor de cabeça, além de tontura e taquicardia. A queda na glicose causa tremores e a acidez do sangue é responsável pelo enjoo e a falta de apetite. Não raro, pode ocorrer também a ressaca moral, um misto de arrependimento com confusão mental e perda de memória.

Combata a ressaca
Para amenizar os efeitos da ressaca é necessário, antes de tudo, dar tempo ao tempo. Por isso, descanse. E, de preferência em ambientes com pouca luz, para não piorar a dor de cabeça.

A alimentação é um fator importante: ingira alimentos leves e de fácil digestão para não sobrecarregar seu sistema digestivo. Por isso, invista em vegetais e, principalmente, frutas, pois a frutose acelera o metabolismo do álcool e repõe as reservas de glicogênio.

Alimentos que contenham doses moderadas de sal e sódio ajudam a repor as reservas destes nutrientes, eliminados pela urina.

A hidratação também é fundamental. As melhores opções além da água, são água de coco e chás. Experimente ingerir chá verde ou de hortelã após as refeições e chá de erva-cidreira ao longo do dia: eles poderão ajudar na limpeza do organismo.


Dr. José Luiz Capalbo, cirurgião do aparelho digestivo e coordenador do Centro de Gastroenterologia do H9J. 

Conteúdo originalmente publicado em 18/02/2015


​​Agendamento​

Para marcar consult​as e exa​mes, ligue para 11 3147-9430.​


Veja mais