Logon
Blog

Tireoide alterada: reconheça os sintomas e as diferentes disfunções

 

​Você sabe onde fica a tireoide? Essa é uma das glândulas mais importantes do corpo humano e fica localizada na região cervical ou, melhor, na parte da frente do pescoço. Uma pequena anomalia nela pode causar vários problemas no organismo. Por ser uma glândula endócrina, a tireoide produz e secreta hormônios e os envia para a circulação, para atuarem em vários órgãos do corpo. Vamos falar mais sobre isso?

Entenda o que é tireoide e para que ela serve

Mas, afinal, o que é tireoide? É uma glândula do corpo humano. Seu formato lembra uma borboleta e ela produz três hormônios básicos: tiroxina (T4), tri-iodotironina (T3) e calcitonina (CT). Essas substâncias são necessárias para o adequado desenvolvimento humano, possibilitando um bom funcionamento do metabolismo, a maturação e o crescimento de todas as células e tecidos e até mesmo o controle do estresse. Ou seja, elas influenciam todas as funções do coração e do sistema respiratório, aumentam a queima de calorias diárias, aceleram a circulação sanguínea e atuam nos movimentos voluntários do intestino, entre outras funções essenciais.

Tais hormônios também são necessários para o amadurecimento do cérebro e do esqueleto humano, razão pela qual as crianças com carência desses elementos apresentam atraso na evolução física e mental. Inclusive, é função do famoso teste do pezinho, realizado logo após o nascimento, dosar os hormônios tireoidianos.

Foi o que nos contou, em entrevista, o Dr. Marcus Vinícius Furlan, especialista em cirurgia de cabeça e pescoço do Hospital 9 de Julho: “Trata-se de uma glândula do corpo que desempenha um papel importantíssimo desde o desenvolvimento embrionário, uma vez que os hormônios que ela produz atuam em quase todas as células do organismo", sintetiza.

A glândula tireoide pode ser impactada por fatores físicos e emocionais do paciente. Abaixo, você saberá reconhecer melhor quais são os sintomas da tireoide alterada.

Quais os tipos de problemas na tireoide?

As alterações na tireoide estão entre as doenças endócrinas mais comuns. Se desenvolvem em maior porcentagem nas mulheres do que nos homens e costumam acometer pacientes adultos, embora também possam ocorrer na infância. Os problemas na tireoide mais comuns são:

●       inchaço da glândula tireoide – quadro denominado bócio, que pode causar sensação de aperto na garganta e dificuldades para respirar ou engolir;

●       nódulos – inchaço do tecido tireoidiano que deve ser avaliado por um especialista, visando descartar a possibilidade de câncer de tireoide;

●       tireoidite – nome dado à inflamação da glândula tireoide, sendo a causa mais frequente a produção de autoanticorpos contra ela (condição conhecida como tireoidite de Hashimoto).

Qual a diferença entre hipotireoidismo e hipertireoidismo?

Para sintetizar os hormônios T3 e T4, a tireoide precisa do iodo, que entra no corpo por meio dos alimentos e posteriormente é retirado do sangue pela glândula em si. O excesso ou a insuficiência de iodo causa alterações na glândula. Portanto, tanto o hipotireoidismo como o hipertireoidismo não são considerados, propriamente, uma patologia. Na verdade, essas condições dizem respeito ao funcionamento da glândula. Logo:

  • Hipertireoidismo – é quando a glândula tireoide produz grandes quantidades de hormônios de maneira incontrolável;

  • Hipotireoidismo – a glândula tireoide não funciona adequadamente, pois há interrupção na produção de hormônios.


Sintomas de tireoide alterada

Agora que você conhece as principais doenças tireoidianas, vamos listar alguns desdobramentos indesejáveis que a tireoide pode causar, caso esteja de fato alterada.

Quando se trata de hipotireoidismo

●       Fadiga

●       Pele seca

●       Sensibilidade ao frio

Quando se trata de hipertireoidismo

●       Nervosismo

●       Irritabilidade

●       Palpitações

●       Taquicardia

●       Sudorese excessiva

●       Aumento do apetite, mas, ao mesmo tempo, perda de peso

Para o Dr. Marcus Furlan, especialista do H9J, a diversidade dos sintomas pode levar a diagnósticos equivocados e, portanto, uma avaliação médica qualificada pode trazer imenso diferencial para a saúde do paciente: “Os sintomas são bem diversos e podem se confundir com outros problemas de saúde não relacionados com a tireoide como anemia, depressão, transtornos de ansiedade, obesidade. Daí a necessidade de procurar um profissional qualificado para avaliação e orientação.".

 

Como é o tratamento das disfunções na tireoide?

Mas fica a dúvida: esses problemas da tireoide têm cura?

A grande maioria das complicações tireoidianas pode ser resolvida com o uso de medicação, no entanto, em alguns casos, pode envolver a necessidade de cirurgia e de tratamento com iodo radioativo. O paciente deve seguir a terapêutica recomendada pelo médico especialista na área, pois cada caso é diferente e as características individuais do indivíduo devem ser levadas em consideração.

Atualmente, é possível encontrar tratamentos de alta tecnologia que são efetivos para a redução dos danos e a melhoria no bem-estar do paciente.  É o caso, por exemplo, dos quadros cirúrgicos em que se realiza a tireoidectomia sem deixar cicatriz no pescoço, efeito que costuma ser incômodo para quem precisa da intervenção.

“No Hospital 9 de Julho, dispomos de recursos avançados e modernos para a abordagem cirúrgica de problemas de tireoide, como cirurgia robótica e cirurgia videoassistida por via transoral, por meio do uso do robô Da Vinci e de aparelhos de vídeo de alta resolução, para a prática de cirurgias minimamente invasivas. O procedimento acrescenta qualidade de vida, confirmando o conceito de 'sem cicatriz'", complementa o Dr. Marcus Furlan. ​


​​Agendamento​

​​Para marcar consult​as e exa​mes, ligue para 11 3147-9430.​​​​​​


Veja mais

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação. Conheça o nosso Portal de Privacidade .