Logon
Blog

Tratamento da Esclerose Múltipla: medicações e acompanhamento multiprofissional

O acompanhamento multiprofissional é essencial no tratamento da doença

​​O tratamento da Esclerose Múltipla (EM) é dividido em fases. Segundo o Dr. Rafael Paternó, neurologista do H9J e especialista em EM, existe o tratamento dos surtos, que normalmente é feito com altas doses de corticoide, normalmente aplicado pela veia, que chamamos de "pulsoterapia". Em algumas situações especiais, também se pode usar a plasmaférese ou Imunoglobulina Humana.

Uma parte, também muito importante é o tratamento dos sintomas da EM, como por exemplo a fadiga, a disfunção urinária e os fenômenos sensitivos, que normalmente é feito através de Terapias de Reabilitação e medicações.

Para a Esclerose Múltipla Recorrente existem medicações que são utilizadas para prevenir a ocorrência de surtos, reduzindo o acúmulo de sequelas e proporcionando melhor qualidade de vida. Existem medicações com papel semelhante para a EM Progressiva, com o objetivo de reduzir a velocidade de evolução da doença.

Acompanhamento pelo neurologista especialista é fundamental. 

A pessoa vivendo com Esclerose Múltipla precisa de seguimento neurológico regular com um Neurologista experiente no manejo da doença. O intervalo entre as consultas varia de acordo com a necessidade de cada paciente, assim como a frequência com que se realizam os exames de sangue e ressonância para o acompanhamento.

Tratamentos vão além das medicações

Dentre as terapias de reabilitação, a Fisioterapia é a mais frequentemente indicada para pessoas com incapacidade causada pela EM. Para outras pessoas, o acompanhamento com outros profissionais como o(a) Enfermeiro(a) especializado(a) em Esclerose Múltipla, Psicólogo(a), Terapeuta Ocupacional pode ser necessário.

​​Agendamento​​​

Para marcar consult​as e exa​mes, ligue para 11 3147-9430.​​​​




Veja mais

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação. Conheça o nosso Portal de Privacidade .