Logon
Blog

Vamos falar sobre hemorróidas?

Leia mais e tenha informações seguras sobre saúde.

​​​É muito comum quem sofre de hemorroidas sentir um certo constrangimento em falar do assunto e, pior, sentir vergonha de passar por uma consulta médica. Mas o fato é que existem muitas dúvidas sobre o assunto e, para saná-las, é preciso romper a barreira do preconceito, já que a doença é uma das patologias de maior incidência na área da Coloproctologia.

Mas afinal, o que é hemorroida? Trata-se do inchaço, dilatação ou inflamação de veias localizadas no reto ou no ânus. As lesões podem ser tanto internas – localizadas no ânus ou no início do reto –, quanto externas – quando saem do ânus.

Estima-se que cerca de 50% dos pacientes acima dos 40 anos sofrem ou sofrerão um dia com algum dos sintomas da doença.

Intensidade das lesões

De acordo com a intensidade do problema, podemos dividir as hemorroidas internas em até 4 graus. São eles:

1º Grau: tem sangramento, mas não tem prolapso;
2º Grau: sangra e tem prolapso que regride espontaneamente;
3º Grau: sangra e tem prolapso que necessita de manobras digitais para retornar ao interior do canal anal;
4º Grau: sangra e ficam sempre exteriorizadas (não retornam ao interior do canal anal).

As hemorroidas costumam ser muito comuns durante a gestação e no pós-parto, pois são resultado do aumento da pressão nas veias do ânus. Esta pressão faz ainda com que as veias inchem, causando dores e incômodo.

A disfunção resulta principalmente do esforço excessivo feito na hora de evacuar. Porém, fatores como infecções anais e diarreia crônica podem potencializar as chances de desenvolver o problema. Pessoas que permanecem sentadas por longos períodos também são mais propensas a sofrerem com hemorroidas.

Recomendações para evitar hemorroidas

Algumas recomendações ajudam a evitar o problema, como:

Evitar papel higiênico áspero para não irritar a região;
Adot​ar uma dieta à base de alimentos ricos em fibras e frutas frescas;
Aumentar a ingestão de líquidos.

Por ser uma questão considerada constrangedora, muitos optam equivocadamente por seguir dicas populares e deixam de consultar um especialista. Esta atitude deve sempre ser evitada, pois o diagnóstico deve sempre ser feito por um especialista da área.



​​Agendamento​

Para marcar consult​as e exa​mes, ligue para 11 3147-9430.​​​​


Veja mais