Logon
Blog

Retocolite ulcerativa x doença de Crohn: entenda as diferenças

Leia mais e tenha informações seguras sobre saúde.

​Já falamos aqui no blog sobre as Doenças Inflamatórias Intestinais (DIIs), suas principais características e as formas de tratamento. Apesar de afetarem a mesma parte do corpo, o sistema digestivo, a retocolite ulcerativa (RCU) e a doença de Crohn (DC) atuam de maneiras diferentes no organismo. A seguir, montamos uma breve descrição sobre cada uma delas. 

Doença de Crohn
É uma forma profunda e extensa de inflamação que ataca principalmente o intestino grosso e a parte final do intestino delgado, mas pode atingir diversos outros órgãos, até mesmo o esôfago e a boca, em casos mais raros.

A doença se manifesta cedo, geralmente antes dos 30 anos, e afeta o organismo de forma espaçada. Isso significa que a inflamação não se concentra apenas em um local – ela pode se espalhar e comprometer diversas partes do tecido digestivo de manteira irregular.

A título de conhecimento, cerca de um terço dos pacientes que sofrem com a doença de Crohn desenvolvem o problema somente no intestino grosso. Outro terço apresenta a inflamação no intestino delgado, e o restante tem ambos os intestinos afetados.

A doença tem forte componente hereditário, já que 20% dos portadores possuem parentes de primeiro grau com a mesma condição ou outras formas de inflamação no trato digestivo.

Retocolite ulcerativa (RCU)
Apesar de ser parecida com a doença de Crohn, a retocolite ulcerativa atinge exclusivamente o intestino grosso e reto, acomete a camada superficial da parede intestinal, chamada mucosa. Existem vários tipos, e eles se dividem de acordo com a área atingida como reto, sigmóide e colóns.

Diferentemente do que acontece na doença de Crohn, a inflamação causada pela retocolite ulcerativa é contínua, ou seja, não existem partes de tecido saudável entre as áreas inflamadas. A parte atingida é atacada constantemente e, se não tratada, pode exigir a remoção cirúrgica.

Entenda as diferenças entre as Doenças Inflamatórias Intestinais
Para facilitar a compreensão das diferenças entre a retocolite ulcerativa e a doença de Crohn, preparamos a tabela a seguir.

 

Mesmo sendo crônicas, é possível viver tranquilamente com a doença de Crohn ou com a RCU, mas o paciente terá que seguir algumas recomendações e nunca descuidar da alimentação.

A suplementação também é uma forma de combate aos efeitos das DIIs, pois fornece nutrientes importantes para amenizar os problemas causados pela perda de vitaminas, algo bastante comum quando o paciente tem diarreia constante.

É sempre bom reforçar que este tipo de doença requer cuidado intensivo e ininterrupto. Por isso, não deixe de visitar um médico especialista e realizar os exames e procedimentos adequados para tratar o problema.

Acompanhe nossa série de posts sobre as DIIs para ficar por dentro de informações sobre as doenças e seu tratamento.​​

​​Agendamento​

Para marcar consult​as e exa​mes, ligue para 11 3147-9430.​

 
Veja mais