Logon
Blog

Quimioterapia: o que é preciso saber?

Procedimento pode ser indicado em diferentes etapas do tratamento de câncer

As primeiras perguntas que surgem quando o assunto é tratamento de câncer são sobre a quimioterapia. As mais frequentes: em quais casos ela é indicada? Todas as pessoas com câncer​ precisam passar por esse procedimento? Existe algum preparo especial? Quais são os efeitos colaterais?

Ao longo deste blog, vamos responder a essas perguntas. Confira! 

O que é e para que serve a quimioterapia?

De acordo com o Dr. Felipe Moraes Toledo Pereira, oncologista do Hospital Nove de Julho: “A quimioterapia é um tratamento realizado com certos medicamentos, com o objetivo de eliminar as células doentes que formam um tumor. Os quimioterápicos misturam-se ao sangue e circulam por todo o organismo, atacando as células cancerígenas, porém, podem causar danos também às células saudáveis.".

Quando a quimioterapia é indicada?

Primeiro é importante saber que a quimioterapia é indicada depois de o oncologista verificar alguns pontos, como o estágio da doença (inicial, intermediário ou avançado), o tipo de tumor e o quadro clínico do paciente.  Depois dessa avaliação, será decidido se o paciente fará ou não quimioterapia. Ela pode ser o único tratamento, em determinados casos, ou vir combinada com cirurgia, radioterapia ou imunoterapia.

Como funciona a quimioterapia?

A quimioterapia é feita com um ou mais medicamentos, que podem ser ingeridos ou aplicados nas veias, com o objetivo de parar a multiplicação errada das células. O câncer tem uma característica: forma-se a partir do crescimento e da multiplicação desordenada de células, agressivas e incontroláveis, que percorrem o organismo e invadem órgãos e tecidos.

A quimioterapia pode ser administrada de muitas formas.

  • ​Quimioterapia oral – o paciente ingere o medicamento em forma de comprimidos, cápsulas ou líquidos.

  • Quimioterapia intravenosa – a medicação pode ser aplicada direto na veia ou por meio de um cateter, com injeções ou no soro.

  • Quimioterapia intratecal – é aplicada no liquor (líquido da espinha).

  • Quimioterapia tópica – o medicamento, em líquido ou pomada, é aplicado na região atingida. Essa estratégia pode ser utilizada em tumores de pele muito iniciais e superficiais.

 Tipos de quimioterapia

O tratamento pode ser dividido em algumas categorias: curativa, adjuvante, neoadjuvante e paliativa. Conheça as características de cada uma delas:

  • Curativa – tem o objetivo de eliminar totalmente o câncer;

  • Adjuvante – visa eliminar possíveis células que ficaram depois do tratamento cirúrgico;

  • Neoadjuvante – tem a finalidade de diminuir o tumor antes da realização da radioterapia ou de uma cirurgia;

  • Paliativa – tem a função de melhorar a qualidade de vida do paciente, diminuindo os sintomas da pessoa que fará tratamento cronicamente.

Quanto tempo dura uma sessão de quimioterapia?

A duração de uma sessão de quimioterapia vai variar de acordo com o tipo e a quantidade de medicamentos a serem aplicados. Quando o período de infusão é muito longo, há a necessidade de internação do paciente ou de uso de aparelhos especiais chamados infusores.

 Preparo pré e pós-tratamento

Antes do procedimento de quimioterapia, o paciente precisa se consultar com uma equipe completa composta por médico, psicólogo, nutricionista, farmacêutico e enfermeiro. Nessa etapa, ele será orientado sobre como são aplicados os medicamentos e os possíveis efeitos colaterais (por exemplo: náusea, vômito, diarreia, constipação e perda de apetite).

De acordo com o Dr. Felipe Moraes Toledo Pereira, “Fazer quimioterapia envolve um cuidado completo com o corpo: a prática de exercícios físicos para melhorar a fadiga; a adoção de uma alimentação regrada e de qualidade; o uso de cremes e hidratantes especiais para a pele e a constância de uma boa higiene bucal, além de cuidados com a saúde mental e espiritual", explica.

Quimioterapia e radioterapia: quais as diferenças?

Segundo o Dr. Felipe Moraes Toledo Pereira, “São estratégias muito diferentes. A radioterapia tenta eliminar as células tumorais, por meio da aplicação de radiação sobre elas. É usada para tratamentos mais localizados; não pode ser utilizada em muitas áreas ao mesmo tempo, pois pode tornar-se muito tóxica.".

Centro de Oncologia do Hospital Nove de Julho

O Hospital Nove de Julho possui um Centro de Oncologia completo, com infraestrutura moderna para a realização de consultas, exames e tratamentos oncológicos em todas as fases. E conta com equipe formada por médicos referenciados.

Fonte: https://www.inca.gov.br/perguntas-frequentes/o-que-e-quimioterapia​

​​Agendamento​


​​Para marcar consult​as e exa​mes, ligue para 11 3147-9430.​​​​​​


Veja mais