Logon
Blog

Somos pioneiros nas técnicas mais atuais de tratamento do câncer de próstata

Leia mais e tenha informações seguras sobre saúde.

​​​Um em cada nove homens será diagnosticado com câncer de próstata durante sua vida, de acordo com a ONG Instituto Oncoguia. A informação assusta, mas se o paciente cuida bem de sua saúde e realiza exames preventivos, suas chances de cura podem ser altas.

Além disso, as formas de tratamento evoluíram muito ao longo dos anos e o Hospital 9 de Julho foi pioneiro em duas das opções mais modernas: a cirurgia robótica e o HIFU, ultrassom focalizado de alta intensidade. Ambos procedimentos trouxeram inúmeros ganhos ao paciente, minimizando os efeitos colaterais comuns às cirurgias abertas e permitindo recuperação mais rápida no pós-operatório.

Um panorama sobre esse tumor maligno
Um dos perigos do câncer de próstata é o fato de ser assintomático em sua fase inicial. Com o avanço do quadro, possíveis sintomas são dificuldade em urinar e necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou a noite (sintomas também frequentes com o crescimento benigno da próstata) e dores ósseas relacionadas à disseminação da doença. No estágio inicial, as chances de cura da doença ainda são bastante elevadas, chegando a 90%. Já na fase avançada, quando ela não está mais restrita à próstata, pode se tornar incurável.

Prevenir é melhor do que remediar
O rastreamento do câncer de próstata é feito por meio de dois exames: dosagem do Antígeno Prostático Específico (PSA) e exame de toque retal, o mais importante. A maior parte dos médicos recomenda que os exames sejam feitos anualmente a partir dos 45 anos, já que 20% dos casos são diagnosticados na fase inicial. Por isso, é extremamente importante que o público masculino crie consciência sobre a necessidade de se manter precavido através do acompanhamento médico urológico e dos exames de prevenção.

"Esse hábito auxilia não só o diagnóstico do câncer de próstata, mas também o diagnóstico e tratamento do diabetes, doença coronariana e outros tipos de câncer, cujas chances de cura ou controle adequado da doença aumentam com avaliação precoce", ressalta o Dr. Rafael Coelho, urologista especializado em uroncologia e cirurgia robótica do Hospital 9 de Julho.

Além disso, o especialista explica que medidas de prevenção primária, como realizar atividade física, dieta saudável e balanceada, não fumar e perder peso, por exemplo, são cuidados fundamentais, que podem diminuir consideravelmente a incidência dos cânceres mais prevalentes.

Como é feito o diagnóstico
O diagnóstico definitivo é feito após a retirada de fragmentos da próstata por meio de biópsia transretal guiada por ultrassonografia e pela ressonância. Esse procedimento é indicado quando existem alterações na dosagem do PSA (proteína específica da próstata medida no sangue) ou alterações no exame de toque retal ou na ressonância magnética, ou na combinação desses exames.

A biopsia é hoje feita utilizando-se um software de fusão de imagens que sobrepõe a imagem da ressonância magnética de próstata e do ultrassom em tempo real durante o procedimento, permitindo maior precisão no diagnóstico. O H9J conta com a última geração do aparelho para biopsia de fusão.

Cirurgia Robótica: uma opção inovadora, precisa e eficaz
Você sabia que a intervenção cirúrgica para retirar o tumor da próstata pode ser feita com o auxílio de um robô? Dessa forma, o procedimento ocorre de forma minimamente invasiva, através dos braços mecânicos do equipamento, que atuam com grande precisão, reduzindo a possibilidade de complicações operatórias. Na ponta destes braços, alguns instrumentos cirúrgicos de alta precisão ficam em contato com o paciente, além de uma câmera que capta imagens em três dimensões, permitindo a visualização de microestruturas e ampliando a imagem do campo cirúrgico em alta definição.

A cirurgia robótica ainda conta com o recurso de filtragem de tremores das mãos, fundamental para procedimentos de longa duração, mais cansativos. Por realizar as incisões com pequenos furos, sem precisar da abertura do abdome do paciente, a cirurgia robótica tem ainda outros benefícios como a diminuição do tempo de recuperação (de 15 para 7 dias, em média), menor risco de sangramento, menos dor e ainda menor tempo de utilização de sonda na uretra. Os efeitos colaterais também diminuem: com essa cirurgia, os pacientes têm 5% menos chance de ter problemas de incontinência urinária, além de menor risco de disfunção erétil.

Embora ainda seja utilizada por poucos centros no país, a cirurgia robótica é realizada no Hospital 9 de Julho desde 2012, colocando nossa unidade hospitalar como a primeira instituição privada a realizar o procedimento no Brasil. Ao todo, a equipe médica realizou mais de 4000 cirurgias robóticas, em diversas especialidades. "Temos vasta experiência com a cirurgia robótica, o que é fundamental na otimização dos resultados. Nosso hospital possui o maior volume de operações da América Latina e está entre os maiores do mundo", afirma o médico especialista do Hospital 9 de Julho.

H9J foi pioneiro na adoção da tecnologia avançada para tratar o câncer de próstata
Em abril de 2019, o Hospital 9 de Julho iniciou os procedimentos com um dos equipamentos mais modernos do mundo no que diz respeito ao tratamento do câncer de próstata. O denominado HIFU é um ultrassom de alta intensidade, utilizado para o tratamento focal de alguns casos específicos relacionados a tumores desse tipo. O aparelho utiliza ondas de calor, ou seja, energia térmica para destruir tumores da próstata, sem remover toda a glândula.

Esse procedimento pode ser realizado em um centro cirúrgico ou em um centro intervencionista. O paciente passa por anestesia geral e, com a ajuda de imagens da ressonância magnética previamente realizadas, o cirurgião delimita as regiões a serem tratadas. Além de mostrar imagens tridimensionais da próstata, o HIFU ainda é capaz de preservar as áreas sadias ao redor do tumor, que será destruído durante o processo.

As vantagens dessa possibilidade são muitas: o procedimento é de menor porte, os efeitos colaterais são minimizados e o paciente recebe alta no mesmo dia, não havendo necessidade de internação. "Um paciente tratado através da cirurgia robótica ou do HIFU consegue retornar às atividades habituais mais precocemente após o tratamento. Sua qualidade de vida é preservada, tanto em termos de disfunção erétil como controle urinário. Ambos são métodos minimamente invasivos e extremamente benéficos, entretanto, as indicações são diferentes e um especialista deve ser consultado para determinar o melhor tratamento", pontua o urologista.

Com esta aquisição, o H9J se tornou centro de referência e formação profissional para a nova tecnologia em questão. Por isso, profissionais do mundo inteiro visitam a nossa instituição visando aprender mais sobre o HIFU.

"Novas tecnologias e manutenção da saúde são os dois pilares na redução da incidência e mortalidade por câncer. O desenvolvimento tecnológico tem permitido diagnósticos e tratamentos mais precisos para o câncer, maximizando chances de cura e minimizando o impacto do tratamento na qualidade de vida", finaliza o Dr. Rafael Coelho.

​​Agendamento​

Para marcar consult​as e exa​mes, ligue para 11 3147-9430.​


Veja mais

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação. Conheça o nosso Portal de Privacidade .