Logon
Blog

Conheça a dieta para intestino preso

Leia mais e tenha informações seguras sobre saúde.

​​​​​A constipação intestinal ou intestino preso pode ser caracterizada pela diminuição do número de evacuações (inferior a três vezes na semana), com fezes endurecidas e esforço à defecação.

Ter intestino preso pode ser um sintoma de outro problema gastrointestinal e alguns fatores podem desencadea-lo como: idade, já que é mais comum em idosos;, sexo feminino sofre mais com o problema, sedentarismo baixo nível de atividade física ou ser somente por consequência de uma alimentação  pobre em fibras.

O objetivo da dieta é a oferta de alimentos laxantes para estimular e regularizar o funcionamento intestinal. Essa dieta inclui o consumo de vegetais crus e cozidos, frutas com casca e bagaço e cereais. Recomenda-se a ingestão de 20 a 35 gramas de fibras; encontradas em vegetais,frutas e cereais como: farelos de aveia, linhaça entre outros e grãos integrais.

LEMBRE-SE SEMPRE que o aumento do consumo de fibras precisa ser acompanhado pelo consumo de água, evitando obstrução das fezes, desconforto abdominal e dificuldade em evacuar.

Recomendações gerais: 

Procure fazer as refeições num intervalo máximo de 3 em 3 horas;

Tente variar os alimentos para evitar a monotonia do cardápio;

Coma sempre devagar e mastigue bem os alimentos;

Dê preferência sempre que possível aos produtos integrais;

Beba água entre as refeições e evite o consumo durante a refeição.

Alimentos laxantes para inclusão na dieta:

As frutas devem ser ingeridas com o bagaço ou casca, sempre que possível. Dê preferência para: laranja, mexerica, mamão, banana nanica, ameixa preta, abacaxi, abacate, acerola, uva, abacaxi;

Vegetais folhosos (preferência para crus): alface, repolho, acelga, almeirão, rúcula, escarola e outras;

Leguminosas: feijão, ervilha, lentilha, grão-de-bico (observar se há excesso de flatulência);

Cereais: acrescente farelo de trigo, aveia, farelo de aveia, linhaça, chia – pode ser em forma de grão ou farinha, preferencialmente para oferta de fibras que seja em forma de farinha;

É aconselhável que se faça uso de alimentos integrais, como arroz, pães, torradas e biscoitos;

Legumes (de preferência com a casca): tomate, berinjela, beterraba, pepino, entre muitos outros;

Utilize alho, cebola, ervas naturais e azeite, limão para temperar saladas.

Alimentos que devem ser evitados:

Maçã, Banana Maçã, Goiaba;

Massas;

Farinhas refinadas em excesso (trigo);

Cereais refinados em excesso (creme de arroz, amido de milho, polvilho);

Farinha de mandioca, excesso de batata.

Excesso de refrigerante e baixo consumo de água.


​​Agendamento Online​

​Para marcar consultas e exames, ligue para 11-3147 9430​


Veja mais

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação. Conheça o nosso Portal de Privacidade .