Logon
Blog

Camisinha feminina: saiba como usar

Leia mais e tenha informações seguras sobre saúde.

​A única forma de prevenir Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs) ainda é o uso do preservativo durante a relação sexual. Por isso, este é um item indispensável para a relação sexual saudável.

Atualmente há duas opções disponíveis: a camisinha masculina, mais comumente usada e conhecida entre a população, e a feminina, menos conhecida e utilizada na população, porém não menos eficaz.

Pela menor divulgação e disponibilidade da camisinha feminina no mercado, pairam muitas dúvidas na população sobre quando e como ela deve ser usada. O produto vem acompanhada por um manual de uso e  deve ser colocado antes de qualquer contato do parceiro com a vagina. Somente dessa forma será alcançada a eficácia desejada na prevenção das DSTs.

O preservativo feminino é mais resistente a variações de temperatura, condições de armazenamento e ao uso de óleos lubrificantes quando comparado ao material do masculino.

Como colocar?

Para inserir o preservativo, a mulher deve dobrar o anel menor, presente na extremidade fechada, e inseri-lo na vagina até o final. O anel maior, aberto, fica do lado de fora da vagina, protegendo os grandes lábios. A camisinha feminina nunca deve ser usada junto com a masculina, o casal deve escolher um dos métodos para cada relação.

Para evitar desconforto na colocação, é recomendado o uso de lubrificante, que deve ser à base de água. Após a relação é importante que o preservativo seja retirado com cuidado, torcendo o anel externo, para não correr o risco do sêmen escorrer para o interior da vagina.

Vantagens

Veja algumas vantagens do preservativo feminino, além de proteger contra as DSTs e gravidez indesejada:

  • ela pode ser colocada antes mesmo do início da relação, não dependendo da ereção peniana;

  • é uma opção de segurança para aquelas relações em que o parceiro se opõe ao uso da camisinha masculina;

  • o anel externo pode estimular o clitóris durante a relação sexual aumentando o prazer da relação para a mulher;

  • o material (em geral poliuretano) é mais resistente a variações de temperatura, condições de armazenamento e ao uso de óleos lubrificantes quando comparado ao material da camisinha masculina (látex).


Para marcar consultas e exames, ligue para 11 3147-9430​

Veja mais