Incontinência Urinária de Esforço (IUE) é a perda involuntária de urina por esforços físicos que forcem a pélvis, podendo lesionar a região e fazer com que os ligamentos do assoalho pélvico percam a funcionalidade. Isto pode ocorrer em situações cotidianas como, por exemplo, com a prática de alguns tipos de exercícios físicos, excesso de peso, partos, entre outras.

Estima-se que no Brasil esta condição atinja pelo menos 20% das mulheres acima dos 40 anos, mas para a ginecologista do H9J, Dra. Renata Di Sessa, o número pode ser mais alto, já que muitas têm vergonha de contar ao médico sobre o problema. “Em mulheres na menopausa a doença pode ser agravada. Nessa fase, a mulher tem menos produção de hormônio, o que diminuiu o trofismo dos tecidos ao redor da uretra”, explica a médica.

Mulheres que tiveram grande número de partos, independentemente do método, mas principalmente aquelas que tiveram filhos por parto normal, também são atingidas. A Dra. Michele Herbst, também ginecologista do hospital, alerta para a importância de cuidar da alimentação e evitar o excesso de ganho de peso durante a gravidez.

Há maneiras de tratar a Incontinência Urinária por Esforço. Para isso, foi criada uma série de exercícios que podem ser realizados por qualquer mulher, mesmo as que não desenvolveram o problema, como forma de prevenção. Os exercícios de Kegel, como são chamados, consistem em movimentos de contração pélvica, mas para quem já tem a doença, não funcionam sozinhos. “Em casos mais leves, é possível o tratamento com aplicação de medicamento no local. Em casos mais graves, pode ser necessária uma intervenção cirúrgica, com a implantação de uma fita, o “sling”, na região interna da pélvis, que recria os ligamentos pélvicos”, comenta a Dra. Claudia Palos, ginecologista do hospital.

Para prevenir a IUE, as médicas orientam que manter uma boa alimentação e realizar atividades físicas regulares e com acompanhamento profissional é fundamental. Além disso, ressaltam que a infecção urinária também pode contribuir para o aparecimento da Incontinência Urinária de Esforço, portanto tomar medidas que previnam contra esta condição, como não segurar a urina por muito tempo ou não ter relação sexual com a bexiga cheia , devem ser mantidas.