Hoje, 29 de setembro, comemoramos o Dia Mundial do Coração, que tem o objetivo de informar e conscientizar a população sobre os cuidados com a saúde cardiovascular.

Problemas no coração assustam e podem levar à morte repentina, ainda mais em casos em que jovens são acometidos. Por isso, a prevenção é a principal arma de médicos e pacientes contra o problema.

Os jovens acham que esse risco é só dos mais velhos e deixam de se cuidar. O estilo de vida moderno tem contribuído para alguns descuidos: vida sedentária, o fumo, alimentação gordurosa. Pode não acontecer agora, mas o risco é ainda maior após os 50 anos.

O estilo de vida moderno tem contribuído para alguns descuidos: vida sedentária, o fumo, alimentação gordurosa.

Nos casos de predisposição genética, quando existem casos de doenças cardiovasculares na família, o risco ainda é maior. O quanto antes começar a prevenção, indo ao médico e realizando exames ao menos uma vez por ano – já contribui e muito para ter uma vida mais tranquila.

Coração saudável

O Ministério da Saúde estima que mais de 30% das mortes no Brasil são causadas por doenças cardiovasculares, por isso são consideradas as principais causas de mortalidade da população brasileira.

A hipertensão arterial e a obesidade, por exemplo, são algumas das origens desses problemas. Para termos um coração saudável é preciso conhecer quais são os fatores de risco que contribuem para o desenvolvimento das DCV e, principalmente, aqueles que podemos modificar.

Os fatores de risco modificáveis são:

9 dicas para manter o coração saudável

Mudando alguns hábitos e adotando medidas simples, porém, você pode fazer a sua parte protegendo este órgão vital.

Veja, a seguir, 9 dicas para manter o coração saudável.

{{cta('f0144d4e-0595-4f1d-8dc6-2be1e25f2611')}}