Sabe aquela barriga de cerveja tão difícil de perder? Pode parecer inocente, mas ela é extremamente prejudicial à saúde. A gordura concentrada no abdome, mais comum nos homens, produz substâncias que causam inflamações nas artérias, além de Hipertensão e Diabetes. Ela não está presente só em pessoas obesas ou mesmo em uma determinada faixa etária. Indivíduos com sobrepeso, até mesmo jovens, correm o risco de ter problemas.

Para saber o quão prejudicial sua gordura abdominal é, basta medir a cintura. Homens com a circunferência do abdome acima dos 90 cm e mulheres com mais de 80 cm tendem a desenvolver problemas cardiovasculares. “Para quem não é obeso, a receita para diminuir os riscos e os problemas gerados pelo sobrepeso é básica: exercício físico e dieta balanceada. Para obesos, a solução pode ser a cirurgia bariátrica metabólica. Vale lembrar, que quanto mais velho, mais difícil fica a perda de peso”, explica o cirurgião bariátrico Dr. Carlos Domene.

Os benefícios que a perda de peso traz são muitos, mas, principalmente em obesos, podem curar doenças graves como a apneia do sono. A gordura comprime as vias aéreas, tornando difícil a respiração. “A apneia do sono pode ser fatal. Durante o sono, a pessoa fica por alguns instantes sem respirar e pode faltar oxigênio no cérebro. Pouca gente sabe a gravidade dessa doença e ignora a necessidade de emagrecer ou mesmo de procurar tratamento”, comenta o médico.

O excesso de peso também é fator de risco para o Diabetes. A cirurgia bariátrica metabólica tem se mostrado eficaz na resolução do quadro de diabéticos. Isso acontece porque o procedimento mobiliza a produção de incretinas, diversos hormônios que estimulam o pâncreas a produzir insulina, substância fundamental no organismo e que é insuficiente em diabéticos.

Estar bem com o corpo é essencial tanto física quanto psicologicamente. Pessoas obesas tendem a sofrer de ansiedade e depressão. Por isso, o atendimento global ao paciente é fundamental. O Centro de Referência em Gastroenterologia do Hospital 9 de Julho, por exemplo, possui uma equipe multiprofissional especializada em identificar com segurança se a pessoa tem indicação clínica e psicológica para realizar um procedimento invasivo como a cirurgia bariátrica.

A orientação é: não cultive a barriguinha. Cuide-se, assim você evita doenças graves.