Crohn é uma doença inflamatória intestinal crônica que pode afetar todo o sistema digestivo, mas tem maior incidência no íleo terminal (parte inferior do intestino delgado) e no cólon (parte central do intestino grosso). O diagnóstico não é tão simples. Essa doença pode, inclusive, ser um fator de risco para o desenvolvimento de câncer no intestino. Por isso, reunimos informações que auxiliem a população a desconfiar da doença e procurar ajuda médica.

Causas

A causa real da doença de Crohn é desconhecida, mas acredita-se que possa ser decorrente de uma desregulação do sistema imunológico, que diminuem as defesas do nosso organismo. Fatores genéticos, ambientais, microbiota intestinal, dietéticos ou infecciosos também estão envolvidos no desencadeamento da doença.

Sintomas

Na doença de Crohn há maior dificuldade para absorção de nutrientes, podendo causar fraqueza ("falta de energia"), além de dores na região inferior do abdômen, diarreia, perda de peso e febre. Se a síndrome já estiver mais avançada, pode causar dores articulares, aftas, inflamação dos olhos, lesões na pele, nódulos dolorosos e avermelhados, pedras nos rins ou vesícula biliar.

Diagnóstico e Exames

Como não há um exame específico que determine se o paciente tem ou não doença de Crohn, e como os sintomas se assemelham aos de outras doenças infecciosas do intestino, a avaliação clínica do médico especialista é primordial, se fazendo necessária uma análise do histórico do paciente, exames físicos e de sangue. Para localizar as áreas afetadas pela doença, é necessário realizar exames de imagem como ressonância magnética, endoscopia digestiva, colonoscopia, tomografia e raios X do trânsito intestinal.

Tratamento

Por ser uma afecção crônica, e não ter cura, o tratamento da doença de Crohn é realizado inicialmente com medicamentos. O tratamento vai depender da avaliação médica e de acordo com a gravidade da inflamação, e têm como objetivo a melhora dos sintomas e a cicatrização do intestino. As opções terapêuticas variam de medicamentos para reprimir o processo inflamatório e infeccioso (corticoides, antibióticos, imunomoduladores e biológicos), sendo a cirurgia indicada apenas nos casos com complicações.

Não existe causa específica para que a pessoa desenvolva a doença de Crohn, mas ter uma alimentação saudável balanceada, evitando comidas gordurosas de origem animal e incluindo mais alimentos ricos em fibra, não fumar e praticar atividade física regularmente são hábitos que ajudam no seu controle.

  Agendamento