Um importante mito em torno da diverticulite é que, se não tratada, pode virar um câncer. De acordo com o Dr. José Luiz Capalbo, coordenador do Centro da Gastroenterologia do H9J, não existe relação entre doença diverticular, a diverticulite com o câncer.

No entanto, segundo o médico, existem sintomas semelhantes entre as doenças como a dor e o sangramento. "Não há registro de casos em que a doença diverticular tenha se desenvolvido para um câncer. A pessoa pode ter doença diverticular e também câncer, mas são eventos independentes".

Você deve se preocupar com a doença diverticular quando houver algum sintoma, mas só o médico poderá dar o diagnóstico e o melhor tratamento.

Câncer de intestino

O câncer de intestino também chamado de câncer colorretal é o terceiro mais incidente no Brasil, atrás do câncer de próstata e de mama.

São considerados fatores de risco para o câncer de intestino a idade acima de 50 anos, dieta com alto teor de gordura e baixo teor de fibras, obesidade , sedentarismo e tabagismo . Pessoas que possuem histórico da doença ou casos de pólipos intestinais na família precisam ficar mais atentas.

Em fase inicial não costuma ter sintomas, o que torna ainda mais importante o acompanhamento médico. A colonoscopia é o exame indicado para o diagnóstico do câncer de intestino.

Agendamento

Leia mais:

Diverticulite: causas, sintomas e tratamentos
Diverticulite: é possível conviver com ela?
Diverticulite: o que deve e o que não deve comer quem tem a doença