Definição de câncer

O nome câncer é utilizado para mais de 100 doenças que têm como origem o crescimento de células de maneira desordenada. A célula sofre uma alteração no seu comando (DNA) e passa a se multiplicar sem controle, seu crescimento pode invadir tecidos e órgãos em todo o corpo, podendo espalhar-se para outras regiões do organismo. 

O que é um tumor?

Os tumores são um aglomerado de células que se desenvolvem de forma não natural. São divididos em benignos (uma massa celular que evolui de maneira mais lenta e que não oferece risco de metástase) e malignos (crescem com rapidez e de modo nocivo, comprometendo as funções dos tecidos atacados e enviando células cancerígenas para o restante do corpo).

Quais são as possíveis causas de um câncer?

Para desenvolver um câncer várias alterações precisam ocorrer. Portanto, a causa não é única. Existem fatores internos e externos que podem contribuir para o desenvolvimento do câncer. 

Os fatores externos envolvem hábitos e fatores ambientais, como:

  • alimentação;
  • tabagismo;
  • exposição a produtos químicos e/ou radiação;
  • alcoolismo;
  • exposição ao sol;
  • uso de medicamentos;
  • contato com vírus, infecções virais

Esses fatores são responsáveis pela grande maioria dos desenvolvimentos dos tumores.

E não podemos deixar de considerar os aspectos internos, como o envelhecimento e a genética, herança hereditária. 

Tratamento

O diagnóstico precoce é nosso maior aliado. Quanto mais cedo o câncer for descoberto maiores são as chances de cura.

A combinação de várias modalidades de tratamento pode ser necessária para a recuperação total.

Veja algumas alternativas de tratamento:

  • imunoterapia: feita com medicamentos que “ensinam” o sistema imunológico a combater a doença e eliminar as células cancerígenas; 
  • hormonioterapia: baseia-se na supressão de hormônios que contribuem para o crescimento do tumor, auxiliando na redução dos danos e retardando sua evolução;
  • radioterapia: as células malignas são bombardeadas com radiação a fim de destruí-las e evitar que se espalhem; 
  • quimioterapia: o paciente é submetido ao uso de drogas que causam um dano na célula tumoral, fazendo com que ela morra;
  • terapia alvo: são remédios direcionados
  • cirurgia: processo de remoção do tumor.

Vale lembrar que, em alguns casos, é necessário passar por diversos tipos de terapia para conseguir vencer a doença.

O câncer pode voltar?

Em algumas pessoas, mesmo que o tratamento elimine o tumor principal, o corpo ainda pode conter células cancerígenas. Existem duas formas mais comuns de retorno da condição: no mesmo lugar ou em uma região totalmente diferente (metástase).

Na primeira situação, a terapia será local, mas, quando o tumor reaparece em outro local, o tratamento precisa combater o avanço da doença pelo corpo todos.
Independentemente de hereditariedade ou de contato com fatores que possam causar a doença, é preciso realizar um acompanhamento médico regular para manter os cuidados com a saúde. Fique atento e fale com seu médico em caso de dúvidas.