Quem sofre com Doenças Inflamatórias Intestinais (DIIs) , como a retocolite ulcerativa (RCU) e a doença de Crohn (DC), sabe que, em momentos de crise, surgem dores que tiram qualquer pessoa do sério. Muitos casos ainda são acompanhados de sintomas extremamente desagradáveis: vômito, náusea, diarreia e sangue nas fezes (isso quando as doenças não vão na “contramão” e causam prisão de ventre).

De fato, nem sempre é simples viver com uma das DII. Por se tratar de problemas crônicos (ou seja, que não possuem cura, apenas tratamento para os sintomas e efeitos), os pacientes precisam aprender a lidar com as possíveis crises e entender o que se podem fazer para diminuir o sofrimento nos momentos em que a doença está mais ativa.

Neste post, respondemos a dez dúvidas que portadores de DIIs têm com frequência. Veja o que fazer para passar pelas crises com mais tranquilidade!

Como superar uma crise de DII da melhor forma?

Preciso me alimentar de forma diferente?

Quem sofre de Retocolite Ulcerativa (RCU) geralmente tem diarreias. Por isso, durante a crise, é preciso evitar alimentos que estimulem o intestino, como é o caso de comidas condimentadas e picantes, produtos ricos em fibra, leite e seus derivados. Bebidas alcoólicas fermentadas, como vinho e cerveja, não devem ser ingeridas (as destiladas, por outro lado, não pioram os efeitos da doença).

Quem sofre com a doença de Crohn deve evitar os mesmos alimentos que os portadores de RCU, além dos que sejam fontes de gordura. Aqui, vale uma dica: consuma alimentos ricos em ferro e vitaminas A, E, K e do complexo B e beba bastante água. Se as crises forem muito intensas, é recomendado deixar de se alimentar até que as dores passem.

Devo evitar leite durante a crise de DII?

Antes de qualquer coisa, uma dica valiosa: quando estiver em uma crise, anote todos os alimentos consumidos, assim, você conseguirá relacioná-los com a melhora ou a piora de seu quadro.

Vamos a um exemplo: muitas pessoas que sofrem com a doença de Crohn podem desenvolver intolerância à lactose. Então, se você nota algum desconforto quando ingere laticínios, pode ser que sua DII se agrave com o consumo de leite e derivados.

Resumindo: quem sofre de DII deve ficar bem atento ao consumo de laticínios e sempre buscar analisar se as crises estão sendo desencadeadas por derivados do leite.

É necessário excluir o glúten da dieta?

Essa resposta depende do caso de cada paciente. Isso deve ser analisado caso a caso.

De modo geral, não é necessário eliminar terminantemente o glúten da dieta de todas as pessoas com DII. Não suspenda o glúten por conta própria, a não ser que haja indicação de profissional de saúde!

Existem alimentos que podem diminuir a crise de DII e auxiliar no tratamento?

É preciso focar, sempre, em alimentos de fácil digestão, principalmente em momentos de crise. Quem convive com uma DII deve saber que a nutrição saudável é parte importante do tratamento. Veja o que é recomendado ingerir:

  • frango;
  • ovo;
  • aspargos;
  • beterraba;
  • cenoura;
  • pepino;
  • alface;
  • cogumelos;
  • banana;
  • uva;
  • kiwi;
  • limão;
  • melão;
  • tomate;
  • agrião;
  • castanha, nozes e amêndoas;
  • sucos naturais.

Devo evitar ou praticar atividades físicas?

De forma alguma os pacientes com DII devem evitar a prática de esportes. Um estudo realizado pela Universidade de Manitoba (EUA) apontou que fazer exercícios físicos melhora a qualidade de vida dos portadores de doenças intestinais, mesmo em períodos de crise.

Lembre-se: é muito importante seguir o tratamento e não tomar os medicamentos somente durante as crises. Não esqueça, também, de sempre consultar o médico antes de ingerir remédios ou vitaminas por conta própria!

Não deixe de acompanhar nossa série de posts sobre as DIIs para ficar por dentro de informações sobre as doenças e seus tratamentos.

{{cta('f0144d4e-0595-4f1d-8dc6-2be1e25f2611')}}