Logon
Blog

Oxigênio 100% sob pressão pode recuperar feridas e infecções graves

Leia mais e tenha informações seguras sobre saúde.

​​​Tratamento com oxigênio hiperbárico provoca efeitos terapêuticos e devolve qualidade de vida aos pacientes

Um dos nossos maiores orgulhos é o pioneirismo do Hospital 9 de Julho em tratamentos com alta tecnologia, presentes em poucas outras unidades hospitalares no Brasil.

"A câmara hiperbárica é um forte exemplo disso, por trabalhar com equipamentos extremamente modernos e diferenciados. Os efeitos terapêuticos são obtidos através da respiração com oxigênio 100% puro sob pressão pelo paciente com dificuldade de oxigenação interna em uma determinada parte do corpo - feridas de difícil cicatrização, como lesões de diabéticos, queimaduras extensas e infecções graves com destruição muscular, de pele, ou gordura", explica a Dra. Mariza D´Agostino Dias, médica intensivista e hiperbarista do Hospital 9 de Julho.

Assim, o paciente apresenta melhor recuperação, com menos possibilidades de infecção e contaminação externa.

Como funciona a câmara hiperbárica?
A câmara hiperbárica é um grande cilindro de acrílico transparente, totalmente fechado para que seja capaz de atingir uma pressão acima da pressão ambiente. O equipamento é projetado para comportar confortavelmente uma pessoa, que, durante a sessão de tratamento, permanece deitada, em repouso e respirando normalmente. Há intercomunicadores para o contato direto da equipe de saúde com o paciente e vice-versa. O paciente pode se movimentar à vontade, assumindo posições que sejam as mais confortáveis. Caso prefira, pode assistir televisão ou dormir, pois o ambiente da câmara é bastante silencioso.

A especialista explica que o tratamento é realizado em sessões que duram de 60 a 90 minutos, sendo que, durante esse período, o oxigênio 100% puro entra pela respiração e dissolve-se no sangue do paciente, sendo levado pela circulação a todo o corpo e, principalmente, aos locais mal oxigenados.

Como acontece esse tratamento?
De acordo com a Sociedade Brasileira de Medicina Hiperbárica, as  sessões de oxigênio produzem uma série de efeitos de interesse terapêutico, tais como: combate as infecções bacterianas e por fungos; compensa a deficiência de oxigênio decorrente de entupimentos de vasos sanguíneos ou destruição dos mesmos, como acontece em casos de esmagamentos e amputações de braços e pernas, normalizando a cicatrização de feridas crônicas e agudas; neutraliza substâncias tóxicas e toxinas; potencializa a ação de alguns antibióticos, tornando-os mais eficientes no combate às infecções e ativa células relacionadas com a cicatrização de feridas complexas.

Além disso, no caso de queimaduras intensas, a oxigenoterapia hiperbárica tem tido enorme contribuição para a redução do edema, em muitos casos diminuindo o tempo de cicatrização em até um terço do que levaria com o tratamento convencional.

E o H9J conta com essa opção de tratamento há mais de duas décadas.
Desde 1994 em atividade dentro do Hospital 9 de Julho, a Clínica de Medicina Hiperbárica é operada por médicos hiperbaristas formados pela USP. Desde então, atendemos a mais de 20.000 pacientes internados, ambulatoriais ou provenientes de outros diversos hospitais da cidade de São Paulo, com excelentes resultados.

"Esse é um tratamento que pode ser indicado para pacientes até de alta gravidade e muito complexos, que são internados com frequência, e a possibilidade de contar com essa poderosa arma terapêutica, dentro do Hospital, é de grande valia, podendo às vezes representar o diferencial responsável pela recuperação final do paciente", ressalta a Dra. Mariza D´Agostino, que também é médica supervisora do grupo oxigênio hiperbárico do Hospital 9 de Julho.

A Clínica de Medicina Hiperbárica do H9J possui o Selo de Qualidade outorgado pela Sociedade Brasileira de Medicina Hiperbárica, a mais importante garantia da alta qualidade da equipe médica e de enfermagem, assim como dos procedimentos.​


​​Agendamento​


Para marcar consult​as e exa​mes, ligue para 11 3147-9430.​

Veja mais