Logon
Blog

Os cuidados com a osteoporose devem começar na juventude

Leia mais e tenha informações seguras sobre saúde.

​​Você é do time que acredita que a osteoporose seja uma doença ligada à velhice e que, por isso, não é necessário se preocupar com ela enquanto ainda é jovem? Saiba que você está errado, mas, infelizmente, não está sozinho.

Uma pesquisa feita com mulheres entre 16 e 44 anos revelou que 70% delas acreditam que a prevenção da doença só começa na fase adulta. Os dados foram apresentados em um estudo feito pela Associação Brasileira de Avaliação Óssea e Osteometabolismo (Abrasso).

Esse tipo de posicionamento é comum não só entre as mulheres (que são mais suscetíveis à osteoporose), mas também entre homens jovens. A informação equivocada diminui as chances de um diagnóstico precoce, já que a maioria dos casos acaba sendo descoberta apenas após as primeiras fraturas.

Considerando este cenário, reunimos alguns dados sobre a osteoporose para explicar por que os cuidados de prevenção  devem começar ainda na juventude.

O que é a osteoporose?
Para quem não está familiarizado com o conceito de osteoporose, vamos a uma rápida explicação.

A doença é silenciosa que se caracteriza pela perda gradual de massa óssea e pela degradação progressiva dos ossos. Geralmente, o resultado disso são fraturas frequentes, as mais comuns no fêmur, coluna, bacia, costelas e nos punhos. Essa perda se agrava a partir dos 40 anos e os efeitos são mais intensos em mulheres.

A prevenção começa pela boca
Já dizia o filósofo e cientista grego Hipócrates, considerado o pai da medicina: “Que seu remédio seja seu alimento, e que seu alimento seja seu remédio.” Essa declaração demonstra que a relação entre uma boa alimentação e uma boa saúde é conhecida já há alguns milênios.

Veja o que não pode faltar em sua dieta para evitar ou retardar o surgimento da doença:

Consum​a alimentos com cálcio. Aposte em leites, queijos, tofu, castanhas e feijão.

A vitamina D também é muito importante, principalmente porque otimiza a absorção de cálcio. Ela pode ser encontrada em peixes, cogumelos, na carne de fígado e também em alguns queijos.

Verduras verdes são ótimas aliadas. Elas são ricas em ferro, potássio e vitamina K (que funciona como um agente bloqueador da perda de cálcio nos ossos). Abuse de espinafre, brócolis, couve etc.

Além disso, cuidado com o exagero de proteínas. Quem ingere muitos alimentos proteicos pode sofrer com a perda de vitaminas no organismo. Atenção também para o café. A cafeína facilita a perda de nutrientes.

Mexa-se!
Exercícios físicos tiram o organismo da zona de conforto e o colocam para trabalhar em prol de sua saúde. Quando praticamos atividades como corridas e caminhadas, por exemplo, estimulamos a proteção e o fortalecimento das articulações e dos ossos. Por isso, nada de sedentarismo.

Para quem já está ou já passou da idade de risco, o ideal é focar em exercícios de fortalecimento muscular. Um plano de atividades com peso (como os que são feitos em academias) ajuda a retardar a perda de massa óssea e a fortificar o organismo.

Apague o cigarro e deixe a bebida de lado
Se você fuma, já deve saber que existem milhares de motivos para deixar o hábito. Dentro dessa lista está a perda de massa óssea. Os componentes nocivos presentes no cigarro aceleram esse processo. O mesmo acontece com as bebidas alcoólicas, por isso, cuidado com vícios e excessos.

Consulte um médico
Nenhum texto com dicas na internet substitui a avaliação de um profissional. Por isso, se você está preocupado e deseja se preparar para chegar à terceira idade livre da osteoporose, é interessante agendar uma consulta com um ortopedista de sua confiança para avaliar a saúde de seus ossos.

Não deixe de acompanhar nosso blog para receber mais dicas de saúde!


​​Agendamento​


​Para marcar consultas e exa​mes, ligue para 11 3147-9430.​

Veja mais

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação. Conheça o nosso Portal de Privacidade .