Logon
Blog

Síndrome Febril Periódica

Leia mais e tenha informações seguras sobre saúde.

​​​​A Síndrome PFAPA se caracteriza por uma doença de origem desconhecida. Estudos mostram uma associação de fatores ambientais e imunológicos em pessoas geneticamente suscetíveis e, portanto, é comum mais de um caso na mesma família. Sua incidência é maior em crianças de 2 a 5 anos, preferencialmente em meninos.

Sintomas
A febre alta é o principal sintoma, com duração de 3 a 7 dias, pouca resposta a antitérmicos e anti-inflamatórios, em intervalos regulares de 3 a 6 semanas. Outros sintomas comuns são:

faringite,
aumento de tamanho dos gânglios linfáticos (linfonodomegalia cervical);  
aftas orais;
Parte dos pacientes sentem também:

Fa​diga,
Mal-estar e
Irritabilidade precedendo os episódios de febre.

Diagnóstico

O diagnóstico se baseia em critérios clínicos como a febre regular em crianças menores de 5 anos de idade, estomatite aftosa, linfadenite cervical e faringite, exclusão de neutropenia cíclica; intervalos assintomáticos entre os episódios e crescimento e desenvolvimento normais.

Tratamento
O tratamento consiste no uso de medicamentos (corticoesteroides) para controle dos episódios febris. Alguns estudos demonstraram associação da síndrome com deficiência de vitamina D, logo a reposição de tal vitamina também pode ser considerada uma forma de tratamento.


Leia Mais:
Saiba as doenças que o Ambulatório de doenças raras vai tratar
Febre Familiar do Mediterrâneo

​​​Agendamento​​​

Para marcar consult​as e exa​mes, ligue para 11 3147-9430.​


Veja mais