Logon

Notícias

Cirurgia robótica é futuro da medicina

06/07/2015
​​​​​​​​​O 9 de Julho é hoje um hospital ​referência em cirurgia robótica. Desde que adquiriu o robô DaVinci, em 2012, já realizou mais de 1.900 cirurgias nas especialidades de cirurgia geral, urologia e ginecologia. Um dos primeiros  hospitais a comprar o equipamento na capital paulista, vem evoluindo ano a ano na prática cirúrgica e já realizou dois procedimentos inéditos no País, um em cirurgia geral a T.A.R.(Transversus Abdominis Release) robótica bilateral extraperitoneal e, outro em ginecologia, de prolapso uterino.

"A cirurgia robótica abriu caminho para procedimentos de altíssima complexidade, antes impossíveis de serem realizados", empolga-se o Dr. Carlos Eduardo Domene,  cirurgião do Aparelho Digestivo responsável pelo procedimento TAR.  

cirurgia robotica no hospital 9 de julho
Para se tornar referência, o H9J investiu em dois equipamentos - o segundo robô foi adquirido em fevereiro de 2017 - no treinamento dos profissionais (médicos e enfermeiros) e na estrutura. O hospital possui um simulador do robô DaVinci, utilizado para treinar e capacitar os cirurgiões e um Centro Cirúrgico preparado para as cirurgias robóticas.  Os enfermeiros do Centro Cirúrgico e os médicos são certificados pelo Intuitive Surgical em Houston, EUA.  O diferencial do 9 de Julho é que toda a equipe é preparada para a complexidade que uma cirurgia robótica​, atuando com agilidade e eficiência, o que garante maior segurança aos pacientes e aos médicos.

Atualmente possui mais de 60 cirurgiões cadastrados, sendo Proctors (instrutores), especialistas em Urologia, Cirurgia Geral e em Ginecologia. Os Proctors são médicos capacitados a treinar outros médicos, já que nas etapas de certificação uma das exigências é realizar cirurgias com a presença e orientação de um proctor.  O H9J segue protocolos rígidos de treinamento, aumentando a curva de aprendizado.  


Futuro da medicina


cirurgia robotica no h9j
A robótica é a evidência do futuro da medicina. A cirurgia aberta não possui tecnologia envolvida e a laparoscopia possui algumas limitações, como a impossibilidade de aproximar a imagem (zoom) e a rigidez da pinça. Na robótica, o médico tem, por meio do console, a possibilidade de simular o movimento do punho, ou seja(retirar ou seja), com visão de 360 graus.  

"A era digital chegou à medicina. O robô é uma evolução e uma revolução no treinamento do cirurgião. É o maior respeito que o paciente pode receber", afirma o Dr. Domene.  
Entre as vantagens da robótica destacam-se a atuação mais precisa e segura do cirurgião, com melhores resultados devido às imagens Full HD em 3D, fundamentais para dar a dimensão de profundidade;  Total segurança no manuseio dos instrumentais, uma vez que o equipamento conta com dispositivos de segurança diante do comando do console;  Melhor desempenho do movimento durante os procedimentos, chegando a até 360° de rotação, permitindo ao cirurgião alcançar estruturas que nenhuma outra modalidade cirúrgica oferece e, para o paciente,  oferece menor risco de infecção, reduz perda de sangue e  o tempo de cirurgia, o que proporciona uma recuperação mais rápida. Veja mais no vídeo abaixo

Outros diferenciais

O robô Da Vinci, adquirido em 2017, possui outros diferenciais como: 

- Firefly: iluminação guiada por fluorescência através da aplicação de uma solução (endoseanina verde). Esse sistema fornece identificação em tempo real de estruturas anatômicas usando a tecnologia de infravermelho. A imagem de fluorescência permite que os cirurgiões vejam e avaliem melhor a anatomia de vasos e estruturas.  

​- Vessel Sealer: é um selador de vasos. O Hospital 9 de Julho é o primeiro do País a ter este diferencial. Trata-se de um instrumento que permite abordagem otimizada para corte de vasos de até 7 mm de diâmetro e feixes de tecidos que se encaixam nas mandíbulas do instrumento. 





Veja também

Rua Peixoto Gomide, 545 - Fone: (11) 3147-9999
Cerqueira César - São Paulo - SP - CEP 01409-902
2017 © Todos os direitos reservados
Feito com pela Mult-Connect