Lesão de ligamento: bom condicionamento físico pode evitar o problema
Logon

Lesão de ligamento: bom condicionamento físico pode evitar o problema

​​​​​​​Quem pratica esporte deve sempre tomar muito cuidado para não sofrer a famosa lesão de ligamento. Pelo fato de estarem localizados na região central das pernas, o joelho e seus ligamentos (estruturas responsáveis por conferir estabilidade e firmeza) são alvos frequentes de lesões, seja por traumas diretos ou indiretos.

Um dos ligamentos que costuma ser mais afetado, especialmente por quem pratica atividades como futebol, voleibol e basquete, é o Cruzado Anterior. A função desse ligamento é impedir a rotação exagerada do joelho e evitar que a tíbia saia de seu lugar, indo para frente. "Lesões nesse ligamento são frequentes em esportes em que se usa muito o chamado apoio monopodal: o jogador apoia um pé no chão para dar impulso ao corpo ou para permitir que o outro dê o chute na bola. Quando esse movimento é feito, não é raro acontecerem torções", afirma Pablius Staduto Braga da Silva, médico especializado em Medicina do Esporte do Hospital 9 de Julho.

Na hora em que a torção acontece geralmente o esportista ouve um estalido no joelho e depois apresenta sintomas como  dor forte e inchaço que se manifesta de forma rápida, muitas vezes impossibilitando a pessoa de caminhar. Assim que o acidente ocorre, o ideal é encaminhar a pessoa ao serviço de pronto-socorro para que se possa fazer a avaliação médica que vai determinar se houve ou não lesão dos ligamentos ou até mesmo fraturas. Para aliviar os sintomas podem ser administrados, sob prescrição médica, medicamentos, aplicação de gelo ou imobilização com talas.

Quando constatada a lesão​ do Ligamento Cruzado Anterior, geralmente é necessário realizar cirurgia para que o paciente seja totalmente reabilitado. "A cirurgia é recomendada principalmente para os pacientes mais jovens e deve ser feita o mais rápido possível para que a lesão não afete menisco e cartilagens", diz Silva. Após a cirurgia, geralmente o paciente leva de 6 a 8 meses em processo de reabilitação e fisioterapia até que esteja apto a retomar as atividades físicas.

Segundo ele, a lesão pode acontecer tanto em homens quanto em mulheres, embora elas sejam mais sujeitas a esse tipo de problema devido a sua constituição física. A melhor forma de evitar o problema é mantendo um bom condicionamento físico geral. "Esse tipo de lesão costuma acontecer muito com os chamados atletas de final de semana, aqueles que só praticam o esporte nos dias de folga e nos demais dias não se exercitam", diz o médico.

Agendamento  

Para marcar consult​as e exa​mes, ligue para 11 3147-9430.
Rua Peixoto Gomide, 545 - Fone: (11) 3147-9999
Cerqueira César - São Paulo - SP - CEP 01409-902
2017 © Todos os direitos reservados
Feito com pela Mult-Connect