Cirurgia Plástica: conheça as vantagens e desvantagens
Logon

Cirurgia Plástica: conheça as vantagens e desvantagens

​​​​​​​​​​​​O Brasil é, atualmente, o país que lidera o ranking em número de cirurgias plásticas estéticas no mundo. Segundo dados da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética, são feitos anualmente mais de 1,5 milhão de procedimentos do tipo. Isso é equivalente a 13% do total mundial e mais do que o volume registrado nos Estados Unidos, país que passou a ocupar o segundo lugar com 1,45 milhão de cirurgias.

Mas quais são as vantagens e as desvantagens de se submeter a uma cirurgia com finalidade estética? Segundo o cirurgião plástico do Hospital 9 de Julho, Otávio Machado de Almeida,   os pacientes devem procurar se informar muito bem sobre as implicações dos procedimentos e seus possíveis resultados antes de se decidirem por realizá-los. "As cirurgias plásticas, quando realizadas com segurança e em ambiente hospitalar com boa infraestrutura, podem melhorar e muito a aparência dos pacientes, colaborando para que tenham uma melhor autoestima e qualidade de vida", afirma o especialista.

Quem pensa em fazer uma cirurgia estética deve em primeiro lugar saber que precisará dedicar um tempo ao planejamento pessoal para o procedimento. Se o objetivo é ter um corpo mais esbelto e definido, por exemplo, é importante procurar ajuda médica para emagrecer com saúde antes de encarar a cirurgia. A cirurgia plástica não tem a função de "emagrecer" os pacientes, mas de melhorar sua aparência após a perda de peso.

Outro ponto importante a considerar é que a maior parte dos procedimentos deixa cicatrizes e que em muitos casos elas podem ser extensas. Ainda vale considerar que após a cirurgia o paciente deverá se dedicar com afinco a seguir as recomendações médicas para uma boa recuperação. Quando elas não são seguidas, podem colocar em risco o resultado do procedimento. 

Objetivos
De acordo com o cirurgião plástico, os pacientes devem ser conscientizados sobre os objetivos de cada tipo de cirurgia. "A lipoaspiração, por exemplo, tem bons resultados quando bem indicada. Ou seja, ela é eficaz para a retirada de gordura localizada e com a finalidade de melhorar o contorno do corpo. Ninguém deve fazer esse procedimento visando perder peso", explica ele. Outro ponto que deve ser levado em conta sobre essa cirurgia, segundo ele, é que a lipoaspiração é indicada para pessoas jovens e sem flacidez. "Quando um paciente com flacidez faz lipoaspiração o resultado será um agravamento do problema", afirma ele.

Já as cirurgias estéticas no rosto , por sua vez, são mais indicadas para o público a partir dos 40 anos. "Antes de realizar o procedimento para corrigir a flacidez da pele ou dos músculos da face, é necessário fazer avaliações clínicas diversas. Evitamos operar pacientes fumantes, por exemplo, porque o tabagismo compromete a circulação da pele e pode dificultar a recuperação", diz o médico.

Deseja ler mais informações sobre saúde com fontes seguras e confiáveis? Acesse o nosso BLOG​
Para marcar consult​as e exa​mes, ligue para 11 3147-9430.
Rua Peixoto Gomide, 545 - Fone: (11) 3147-9999
Cerqueira César - São Paulo - SP - CEP 01409-902
2017 © Todos os direitos reservados
Feito com pela Mult-Connect